Américas Brasil Destinos Radical vai sozinha?

Praia e Veleiro

Mulher viajante, que gosta de unir esporte com praia e ama o mar assim como eu, tenho uma dica MARA para você! Que tal um fim de semana com aulas de vela oceânica em Ilhabela, no litoral norte de São Paulo? Conhecida não à toa como “Capital brasileira da vela”, o vento por aqui tem presença garantida, e com ele todos os esportes relacionados, como kitesurf, windsurf, vela de todos os tipos… Ao contrário do que eu pensava, velejar não é tão complicado quanto pode parecer para quem nunca entrou em um veleiro, e muito menos requer que sejamos super fortes ou mega esportistas, ou seja: pessoas “normais” como eu podem se jogar nessa aventura sem medo de ser feliz!

A primeira vez que entrei em um veleiro foi para fazer um passeio até uma praia cujo acesso era somente pelo mar ou por uma trilha de 2 horas de caminhada, como eu estava com minha mãe optei por ir de barco; mas nesse dia as velas não foram içadas e navegamos apenas com o motor, o que confesso ter me deixado meio frustrada, e ao questionar o capitão da embarcação obtive a resposta de que o intuito era apenas levar os turistas até o destino e não tinha como velejar, visto que não estava com uma equipe preparada para tal. Essa resposta, aliada àquelas imagens das provas de vela que eu assistia durante as Olimpíadas,  em que os velejadores ficam pendurados para fora do barco criaram em minha imaginação a ideia errônea de que velejar era algo extremamente complicado e que exigia uma preparação física imensa!

A segunda vez foi quando uma grande amiga, que mora em Ilhabela e é apaixonada por velejar, me convidou para passar uma semana inteira a bordo de um veleiro que desceria de Búzios, na região dos lagos do Rio de Janeiro até Ilhabela. Dessa vez já saímos velejando, e tive a oportunidade de aprender um pouco sobre a modalidade de vela oceânica, mas logo no segundo dia de viagem o vento diminuiu muito e só insistimos em velejar para que pudéssemos aprender a fazer as manobras e caçar as velas da maneira correta. Apesar de eu não ter tido a experiência plena de velejar em alto mar, a viagem foi maravilhosa pois passamos por praias paradisíacas como Arraial do Cabo, Rio de Janeiro, Ilha Grande, Paraty, Ubatuba e Ilhabela, mas essa foi outra aventura e todos os detalhes estão descritos aqui. (link para o texto Viaje Velejando)

Minhas primeiras aulas oficiais de vela oceânica eu acabei de fazer ali em Ilhabela e essa é minha grande dica de hoje: fim de semana de aula básica de vela oceânica! Além de aprender o básico da arte de velejar, com todo o conhecimento que você vai precisar para se inserir nesse mundo de velejadores, de quebra você passa um fim de semana passeando pelo canal entre Ilhabela e São Sebastião, avistando não somente as belas praias locais como também muitas tartarugas, com um pouco de sorte alguns golfinhos e quem sabe até baleias jubarte, dependendo da época do ano que fechar o seu pacote! O curso que fiz foi fechado diretamente com o professor Clauberto, velejador super experiente, muito simpático e didático, eu simplesmente AMEI ele! O Clauberto foi durante muitos anos professor da escola de vela chamada BL3, a mais famosa da Ilhabela, que fica na praia da Armação, mas agora dá aulas por conta própria, o que barateia muito o custo se comparado com as aulas das escolas, com R$990,00 foram 2 dias inesquecíveis de aulas a bordo de um veleiro de 40 pés, próprio para grandes travessias e viagens. O curso compreende ensinamentos teóricos básicos sobre vento, marinharia, navegação, nomenclatura e a prática em si das manobras realizadas por um veleiro e ajuste das velas, tudo acontece dentro do veleiro mesmo, de forma simples e de fácil aprendizado. Você pode ir sozinha e fazer amizade com os colegas de curso, ou existe também a possibilidade de aulas para um grupo fechado de pessoas (até 8 pessoas).

Se gostaria de um primeiro contato com um veleiro que não seja se comprometendo já com aulas, existe a possibilidade de fechar um passeio de um dia para sentir como funciona o esporte.

A vela oceânica pode ser praticada não somente em competições (as chamadas regatas) mas também como lazer, fazendo passeios até destinos específicos que podem durar apenas algumas horas ou vários dias; é uma excelente forma de viajar pelo litoral de maneira mais econômica, agradável e rápida do que dentro de um carro! Sem contar as pessoas do bem e do mar que você vai conhecer nessa aventura! Ficou com vontade? Deixe seu comentário que entro em contato com você para convidá-la a ir comigo na próxima aventura!

Você também pode dar uma espiada no meu instagram para ver como foi minha aventura. Para mais dicas sobre Ilhabela leia Ilha mais que Bela!

Compartilhe:

Veja isto também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *